segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Do Ídolos (SBT) para a Globo

Fama, Ídolos, Qual é o Seu Talento, Astros e por aí vai... Esses programas têm o propósito de revelar novos talentos, principalmente, da música. O Ídolos surgiu no SBT, em 2006, e teve apenas duas temporadas antes de a Record adquirir os direitos de exibição do reality.
De todos esses programas, poucos cantores se sobressaem e se destacam no cenário musical nacional. Tiaguinho, ex-exaltasamba, é um exemplo de participante do Fama e que realmente alcançou o sucesso. Outra ex-participante do Fama é Marina Elali, que já emplacou música em novelas da Globo. Mas dos outros produtos, poucos cantores se destacaram.
Nesse final de semana, vi a chamada do Altas Horas e fiquei feliz ao ver que uma das atrações seria a dupla Thaeme e Thiago. Thaeme foi a vencedora do Ídolos 2, ainda no SBT, em 2007. Nesse meio tempo, ela ficou sumida. A minha felicidade em ver a Thaeme chegando ao auge da carreira se justifica pelo meu fanatismo pelo Ídolos na época em que ela ainda era caloura.
No meio sertanejo existe um sistema de cantores famosos apadrinharem outros em começo de carreira. Claro que rola um interesse nisso. E Fernando e Sorocaba, além de serem dois cantores, é o nome de uma marca, que revela cantores, produz e os insere na mídia.
Luan Santana é um exemplo claro de um empurrãozinho de F&S. Nesse embalo, entraram Thaeme e Thiago. Os paranaenses já gravaram DVD com participações de cantores famosos, como Gusttavo Lima e Cristiano Araújo. E, nessa semana, chegaram à Globo.
Não à toa, o CD e o DVD da dupla foi gravado pela Som Livre, o que já é um passaporte para os programas da casa. O talento e o carisma dos dois também conta, mas por trás disso tudo tem um trabalho sendo feito que, pelo visto, está dando muito certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário