terça-feira, 3 de abril de 2012

Desce do muro

A atual situação de algumas obras em Maringá me fez lembrar de uma música do Michel Teló, homônima do título da postagem. "E fica nesse vem, vai, desce do muro". Espinhas de peixe: estacionamento localizado no canteiro central de uma avenida no centro da cidade. No caso, a avenida Brasil.
Fizeram orçamento, pesquisa, avaliaram a viabilidade da obra, abriram licitação, divulgaram a empresa vencedora, estipularam prazo para a execução e decidiram a data de início. De quê adiantou? Nada. O prazo foi prorrogado uma vez e mais outra.
Hoje, o secretário de Obras Públicas divulgou que a obra de uma das avenidas mais movimentadas e congestionadas de Maringá só sai em 2013. Vão esperar passar a campanha política, as eleições e jogar a "bomba" nas mãos da próxima administração.
E fica a população maringaense feita de boba sem saber quando, realmente, alguma coisa vai mudar. Eu tenho as minhas dúvidas se essa obra sai ou não do papel com o novo prefeito. Ele virá com novas ideias e propostas. Seria esse um caso perdido? Vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário