terça-feira, 20 de março de 2012

O sorriso do dia

Por que somos tão bobos para não reparar em coisas simples da vida?
Hoje foi um dia corrido no trabalho. Cheguei cedo, corri para um evento, fiz o meu trabalho e, lá, eu e o cinegrafista ganhamos uma sacola com sucos e leites. Os sucos seriam colocados na geladeira da TV e divididos com os demais funcionários.
Os leites seriam doados a quem interessasse. No caminho de volta, o motorista foi um dos beneficiados com um dos litros de leite. Na chegada ao prédio da TV, fui levar os sucos para a geladeira. Eis que na cozinha encontro a nossa zeladora.
- Dona Lina, a senhora gosta de leite de soja?
E não é que ela gosta. Quando levei o litro para ela, ela abriu um sorriso que valeu por aquela manhã inteira de trabalho. Para armazenar os produtos, a empresa forneceu uma sacola laranjada e transparente.
- Dona Lina, a senhora gostou dessa sacola?
Com a resposta positiva dela, ficou com a sacola de presente. Ela não acreditava que estava recebendo os presentes. Ela transpareceu uma alegria que poucas vezes vi em outra pessoa. E a alegria dela me contagiou. Mais tarde, algumas pessoas perguntaram onde estava a sacola que ganhamos.
- Eu dei para a dona Lina, e ela ficou muito mais feliz do que qualquer pessoa que recebesse aquele presente.
Foi algo tão simples, tão singelo e que fez a alegria de, pelo menos, duas pessoas naquela manhã: eu e a dona Lina.

Um comentário:

  1. Pois é. Tão simples ser feliz. Pq será às vezes complicamos tanto? Por que será?

    Muito legal seu artigo e blog. Parabéns!

    Publiquei como anônimo, mas não sou anônima.
    Sou
    Raquel...

    ResponderExcluir