sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

A hora da "recompensa"

Eu teria outros assuntos para comentar hoje. Pensei, pensei e concluí que o melhor a fazer é comentar a importância desta sexta-feira para mim. Hoje, dia 10, é o dia da minha colação de grau. Depois de quatro anos, finalmente, o diploma estará em minhas mãos.
Algumas pessoas estão roendo as unhas de nervosismo, convidaram toda a família e grupo de amigos, e já separaram uma roupa especial. Tá, comprei uma camiseta e minha mãe me deu um sapato para este dia, mas eu não estou nervoso, não convidei toda a família e nem pedi uma faixa de "parabéns".
A solenidade acontece no Parque de Exposições de Maringá e marca o fim de um período muito produtivo. Foram anos de estudo e, claro, muita risada. Em tempos de orkut, eu era adepto da comunidade "eu vou para a aula para dar risada". E tinha dias que eu chegava em casa com dores abdominais de tanto gargalhar.
Mas não foi só isso. Estudei muito e fiz inúmeros trabalhos teóricos e práticos. E como fizemos, não é coleguinhas? Vi há alguns dias uma reportagem que dizia que o curso de Jornalismo foi avaliado pelos alunos como um dos mais fáceis.
Não é difícil. Muita gente ficou pelo caminho, desistiu ou se descobriu em outra profissão. Eu sabia que era isso que eu queria desde os 13 anos. Nunca virei uma noite acordado estudando para prova. Mas somando as horas fazendo os trabalhos prático, já compensa.
Revistas, álbum de fotos, resenhas, artigos, reportagens televisivas, telejornal, programa televisivo, radiojornal, rádio-revista, debates, jornais, agência de notícias, pautas, entrevistas. Isso sem contar os estágios.
É, uma etapa chegou ao fim. Agora começo a andar com as minhas pernas. E aproveito o espaço para parabenizar todos os formandos de 2011, independente de curso e universidade. Parabéns para nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário