quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

As faces das redes sociais

Dois casos em uma semana. As redes sociais mais uma vez provaram que são o melhor meio de comunicação entre público e produtores de conteúdos.
Luíza estava no Canadá. Já voltou e até deu entrevista no Jornal Hoje. Para quem esteve fora do ar por esse período, eu explico: Em um comercial veiculado na Paraíba, um colunista social fala que levou a família toda para apresentar o novo condomínio, "menos Luíza, que está no Canadá".
A frase virou bordão e sucesso nas redes sociais. Milhares de montagens foram feitas e publicadas no Facebook e no Twitter. Palavras relacionadas ao assunto foram as mais comentadas nos últimos dias.
O outro caso é um pouco mais sério. Depois de uma festinha, dois participantes do Big Brother foram para a cama. Os dois ficaram se "esfregando" até que a moça pegou no sono. Eis que o rapaz "simulou" sexo com a jovem.
Mais uma vez, entrou em cena a rede social. No Twitter, os espectadores sugeriam a expulsão do modelo, acusando-o de estupro. Até que depois de algumas horas, a direção da emissora acatou o pedido. Afastaram o participante e iniciaram a investigação do caso.
Ainda não houve conclusão. A última coisa que li foi que ele simulou o ato sexual para garantir audiência e mais tempo no programa.
Não deu certo. O advogado dele quer que ele volte ao reality. Não acredito nessa possibilidade. Mas o que concluo desses dois casos é que é difícil agradar a todos, mas escolher a opinião da maioria ficou bem mais fácil com Twitter e Facebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário