domingo, 11 de dezembro de 2011

Quem merece apanhar aqui?

Tem algumas coisas que eu vejo na mídia que me deixam com muita raiva. Certa vez li: quanto mais conheço as pessoas, mais admiro os animais. Em alguns momentos, os humanos realmente nos decepcionam por fazer parte dessa raça.
Na semana passada, eu fui na casa de uma ex-professora em um churrasquinho de final de ano. Lá na casa dela existem três cachorros. Um mais bonito que o outro. No meio da galera, os cachorros se divertiam, recebiam carinho e atenção.
Quando eu era criança, tive um cachorro. Antes dele, eu e meus irmãos sempre aparecíamos com um cachorro de rua em casa. Até descobrirmos que eles tinham fugido e os donos estavam os procurando.
Hoje sinto falta de um bichinho e o que me deixa "fulo" da vida é ver gente maltratando cachorro. Ao abrir o G1, vi algumas reportagens sobre maus-tratos. Fiz uma imagem das chamadas. Eram quatro.
E não entendo por quê algumas pessoas adotam ou compram cachorros, ou qualquer outro animal, para agredi-los ou abandoná-los. Se não vai dar conta, não pegue. E outro dado: no final de ano, o índice de abandono de animais é enorme. Isso porque as famílias vão viajar, não têm com quem deixar o bichinho e simplesmente os abandonam.
Atenção você que pensa em abandonar seu bichinho: pague alguém para ficar com ele durante sua viagem ou procure uma família que cuide dele. Não aumente a população de animais abandonados e muito menos o maltrate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário