terça-feira, 11 de outubro de 2011

Com certeza, seria um caos

Hoje eu estava assistindo ao PRTV primeira edição e uma reportagem, em especial, me chamou atenção. Pais que formam filas enormes nos ginásios das escolas públicas para matricular os filhos. Mesmo os filhos que já estudam no mesmo local, precisam passar por isso.
Na escola que mostraram na reportagem, disponibilizam mais de um turno para as turmas. Então, a escolha será por ordem de chegada. Uma maneira que nem sempre ajuda quem precisa ser ajudado.
Mas o que a matéria mais gritou ao meu ouvido é: os governantes devem gostar desse negócio de desigualdade social. Já imaginou se um terço dos alunos que estudam em escolas particulares precisassem migrar para as escolas públicas?
E se os planos de saúde acabassem e todo esse pessoal fosse obrigado a recorrer à saúde pública? Com certeza, seria um caos.
Aí eu fiquei pensando: ainda bem que tem bastante gente que pode pagar por esses serviços que deveriam ser garantidos pelo Estado. Mas, depois pensei no sofrimento que é ter de depender da boa vontade dos governantes para ter esses serviços.
O que falta para que esses problemas se extinguam, eu não sei. Só sei que se não houver vontade dos políticos e destinação correta das verbas arrecadas, nada vai melhorar. Eu não pago imposto para que político compre apartamento novo todo ano. E você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário