domingo, 5 de junho de 2011

Se isolar ou não do mundo

Pelo que pude acompanhar no twitter, na noite de sexta-feira (3), o Globo Repórter teve uma boa audiência. Muitas pessoas comentando o tema do programa e se identificando com os casos. A repórter Beatriz Thielmann foi quem conduziu as reportagens sobre solidão.
Viver isolado das pessoas é bom ou ruim? Passar um mês velejando no Atlântico parece ser interessante, mas uma mulher fazer isso sozinha? Izabel Pimentel já fez, e não foi uma vez só. Foram três. Para ela, a combinação solidão e mar harmoniza o corpo.
Outro caso interessante apresentado no programa da Rede Globo é de um casal que mora na mesma casa e pouco se fala. O homem, um bancário aposentado, passa horas e horas em um quarto fazendo artesanato. A mulher, no outro cômodo, se dedica ao crochê.
Estranho que o senhor disse que se sente bem ficando isolado o dia inteiro. Mas quando ele se reúne com as colegas de arte, diverte-se. Além disso, mostrou-se emocionado ao citar a importância das reuniões semanais, do outro lado da cidade.
Acredito que todo mundo precisa de um momento de solidão, para reflexão e descanso da mente. Depois de um dia agitado, não tem nada melhor do que chegar em casa e descansar, aproveitando a solidão do quarto. O problema é quando isso vira uma doença.
Tem de haver um meio termo. Nem se isolar demais e nem esquecer de reservar um momento para si. Então, você que é do sul e do sudeste, aproveite o frio e descanse. Reserve um tempinho só para você. Vai fazer bem. Depois, volte à rotina. Bom domingo e ótima semana!

Nenhum comentário:

Postar um comentário