sábado, 11 de junho de 2011

A saga da tal "Eu tenho futebol"

Peço desculpa, agora, caso o texto fique um pouco grande, mas hoje é dia de festa.
Tudo começou em fevereiro de 2010. Escolhemos o tema, definimos as pautas, dividimos os trabalhos e os editores foram escolhidos. O trabalho começou. Foi um texto atrás do outro, fotos e, depois, a diagramação e edição.
Assim foi surgindo a primeira revista colorida do curso de Jornalismo do Cesumar. Era a "Eu tenho futebol", que nascia para contar histórias que envolviam, de alguma forma, os gramados e campos de futebol. Foram dias e dias de conversa, discussão e brigas.
A maratona da maioria da turma seguiu até julho. Depois disso, os editores se viravam para encaixar textos e fotos nas páginas. No final do ano, a alegria. O material impresso e pronto para distribuirmos para nossos entrevistados, parentes e amigos.
Digna de elogios, em 2011 inscrevemos o produto no Prêmio Sangue Novo de Jornalismo. A premiação é organizada pelo Sindicato dos Jornalistas do Paraná e  já está na décima sexta edição. Dentre os trabalhos finalistas da categoria Projeto em Jornalismo Impresso, estava lá a "Eu tenho futebol", que concorreu com trabalhos de universidades de todo o estado.
Estar entre os finalistas já deu um ânimo pra galera. Melhor ainda foi saber que a faculdade nos ajudaria com os gastos da viagem até Curitiba. Partimos na manhã de quinta-feira (9). O evento estava programado para as 19h30 - e foi pontual.
Começa a entrega dos troféus. Estávamos confiantes. De repente, os apresentadores anunciam a categoria, a revista e o nome de todos os alunos. Subimos no palco e, nervosos, ouvimos chamarem o terceiro lugar. "Segundo lugar: Eu tenho futebol." Foi um misto de sentimentos.
Claro, queríamos o primeiro lugar. Mas, para uma revista que foi feita para uma disciplina, quando nem tínhamos a intenção de ganhar algum prêmio, está ótimo. Recebemos nosso certificado, posamos para a foto e descemos do palco.
Foi tudo muito bom. Desde quando decidimos as pautas até às 4h da madrugada, quando chegamos de volta a Maringá, naquele frio. O Cesumar concorreu com mais 4 trabalhos. 1 primeiro lugar, 1 segundo e 2 terceiros.
Parabenizo a todos os envolvidos. Todos da minha sala, ao pessoal dos outros projetos, à toda direção e coordenação que nos "levou" a Curitiba e, principalmente, à professora Rosane, que aguentou nossa turma por três anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário