quarta-feira, 25 de maio de 2011

MEU DONO DE ESTIMAÇÃO/ AS DONAS DA CAMA

Estou de perna esquerda pra cima. Não é exatamente um estado de férias pela metade, não. Estou é de molho. Acordei de madrugada com cãibras violentas, levantei para tentar puxar o músculo da batata da perna que estava contraído e a perna esquerda não respondeu, me deixou na mão ou sem perna, e eu cai feito uma fruta madura. Arrebentei a testa e quebrei o tornozelo esquerdo.
Enquanto aguardo, no hospital, a cirurgia que vai me dar uma placa e uns pinos no pé, recebo as notícias de casa.
Minhas duas amigas peludas, Lua Maria Branquela e Zoe Cristina Primeira, do país das Cristinas, não têm demonstrado sinais de que estão sofrendo minha falta. Elas estão alegres, comendo bem, passeando normalmente e dormindo com os anjos...ou com o meu anjo, né?
A cama foi "tomada" pelas três divindades, vamos chamá-las assim. Meu anjo e amor dorme no meio, espalha os travesseiros pela cama e fica com uma cachorra de cada lado. E pasmem, nestas noites de minha ausência, elas não estão se estranhando, não estão rosnando uma pra outra... Quer dizer que eu sou o problema, né? Será que quando estou na cama, elas se estranham por falta de espaço?
Inacreditável! Uma deitada perto da outra e nenhum embate, nenhum dente arrancado numa investida violenta, nenhum som de rosnado de lobo feroz. Noites de paz!
Que fazer? Mudar de quarto, comprar outra cama pra mim e meu anjo ou botar essas duas ingratinhas pra dormir na cozinha, afinal?
Talvez elas estejam bem certas com esse jeito "cachorro" de ser. Se eu chegar agora em casa farão a maior festa, como se estivessem morrendo de saudade... (falsinhas). Mas,enquanto eu não chego elas não sofrem e aproveitam o espaço na cama.
Está tudo certo, como diria minha irmãzinha Sílvia Correa...Tudo certo!
Elas que curtam bem, se espalhem, aproveitem bem a cama porque eu vou voltar... e voltarei com uma bota foot qualquer coisa que é grande e vai tomar espaço sobre a cama. Daí quero ver as lutinhas começarem de novo. E vou correr atrás delas pela casa, pilotando um potente andador modelo 2011, pulando sobre meu pé direito. Elas que me aguardem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário