terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Tecnologia aliada a sexualidade


Realmente o assunto sobre sexo vem sendo pautado com freqüência. O texto de ontem, de Felipe Bacarin, mostra como ele vem sendo dito, mostrado e compreendido.
Duas revistas norte-americanas (“Shape” e “Men’s Fitness”) realizaram uma pesquisa que deve ser levada em consideração. A pesquisa aponta que redes sociais (Facebook, Twitter, Orkut, Myspace...) e o famoso SMS podem agilizar o processo da conquista e, conseqüentemente, o sexo.
Mulheres foram entrevistadas e 80% delas disseram ter tido relações sexuais rapidamente com a grande ajuda de proximidade das redes sociais. Quanto aos homens, a porcentagem é menor, mas também elevada.
Eu concordo plenamente com esta pesquisa. O mundo de hoje, com a grande tecnologia e a facilidade de comunicação, consegue transformar até os pensamentos e, com isso, os sentimentos. Ah, também fingem uma falsa intimidade, pois você conversa com pessoas que nunca nem olharam na sua cara e finge estar tudo bem.
Ouço direto a minha avó dizer: “O mundo está perdido. Na minha época, só conversávamos com o parceiro quando nos encontrávamos. Isso poderia ser de semana em semana ou até mesmos mês em mês.”
Realmente tudo mudou. Hoje, com as redes sociais, você manter contato com quem você quiser, a hora que você quiser. É difícil achar alguém que não participe dessas redes. Mais difícil ainda achar alguém que não tenha celular. Ainda mais que hoje temos tudo em um só aparelho.
O que seriam de nossas vidas sem a tecnologia? Eu não consigo mais imaginar. Ninguém consegue imaginar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário