quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

"Todo gay nasce gay"

Essa foi a declaração do cantor Ricky Martin que movimentou sites e revistas na semana passada. De acordo com ele, ninguém escolhe ser gay de uma hora para outra. A orientação sexual é algo que já nasce com a pessoa.
Quando vi a reportagem no G1, relacionei o tema a um vídeo que vi no blog "Te dou um dado?" em que a Lele e a Clara entrevistam Nanny People sobre sexualidade e, mais precisamente, sobre homossexualidade.
No vídeo, Nanny diz que a pessoa tem de ser muito burra para escolher ser gay. Ela diz isso porque o gay não escolhe essa orientação e passa por muita humilhação, ainda.
Depois de ver isso e mais histórias de gays, até mesmo sobre a transexual Ariadna, que participou do BBB 11 e foi eliminada na primeira semana, formei uma opinião sobre. Realmente, todo gay nasce gay.
Interessante observar também a reportagem do Fantástico sobre transexuais, que cita o número de cirurgias de mudança de sexo que aconteceram no Brasil nos últimos três anos e que essa cirurgia pode ser feita gratuitamente pelo S.U.S.
Com tantos casos de preconceito e agressão a gays, conviver nessa sociedade homofóbica, sofrer discriminação e viver de protestos para garantir seus direitos. Você acha que uma pessoa em sã consciência escolheria viver assim?
O que falta, agora, é aceitação. Por parte de todas as pessoas - amigos, parentes e colegas de trabalho. E chega, né, de covardia por falta de aceitação.
Se quiser entender um pouco mais sobre o tema, clique aqui, aqui e aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário