sexta-feira, 22 de outubro de 2010

O que está acontecendo, Maringá?

Nunca vi tanta gente pedindo dinheiro no farol como nas últimas semanas, em Maringá. Em alguns cruzamentos, estão nas quatro vias.
São os mais variados tipos de pessoas. De muletas, descalço, com bafo de pinga, mulheres de vestidos e panos na cabeça - esta última vista na ida para o trabalho nesta semana.
O que estaria atraindo tantos pedintes para a cidade que já foi citada como exemplo de segurança e desenvolvimento?
Ano passado, conversando com alguns cariocas nas Olimpíadas Escolares, eles falaram que tiveram uma surpresa ao pisar nas terras do Norte Pioneiro. Imaginavam que aqui as pessoas só tinham carros importados e que todo mundo era rico. Isso vindo de pessoas inteligentes, estudadas e informadas.
Imagina um cidadão sem estudos e desinformado. Deve achar que Maringá é um pedaço do céu, onde não há pobreza, que todos têm dinheiro para dar no farol e que não existem casas, só mansões.
A prefeitura ainda investe em placas dizendo que não devemos contribuir com os pedintes porque ajudamos a manter as crianças fora da escola. Mas o que fazer quando vem um garoto de, no máximo, dez anos vendendo bala para ganhar a janta?

Nenhum comentário:

Postar um comentário